Cuida da sua Coluna enquanto trabalha?

Partilhe

 

Autores – Personal Trainers

Ver perfil completo Personal Trainers

Visite o nosso Site

 


Dicas para cuidar da sua coluna enquanto trabalha!

De década para década é bastante notório o avanço tecnológico e o aumento do conforto no nosso dia-a-dia. As tarefas diárias tornam-se cada vez mais rápidas e fáceis de executar, no entanto criam-se hábitos diários sedentários, presentes inclusive no trabalho.

Muitas são as profissões que precisam de ser executadas na posição de sentado. À primeira vista parece fácil e cómodo, mas com o passar do tempo o corpo reflecte o lado negro do sedentarismo. Por exemplo, a anca, que é uma articulação de extrema mobilidade fica comprometida, ao ficar imóvel por muito tempo.

Nesta postura, todo o peso da parte superior do corpo (cabeça, tronco e membros superiores), vai direccionar-se para a anca, o que aumenta a pressão intra-articular, e encurta a musculatura flexora da articulação e abdominal.

As más posturas e a compressão articular vão desgastar as vértebras, os discos e articulações dado o aumento dos pontos de pressão nestas zonas.

É muito comum observarmos pessoas que se sentam em posições inadequadas.

Uma postura incorrecta muito frequente, é aquela em que a pessoa vai deslizando o seu rabo sobre o acento da cadeira, até ficar em apoio apenas no rebordo da mesma.

Ficamos quase com a sensação que a pessoa vai escorregar e cair a qualquer momento. A coluna lombar, a zona inferior da coluna, com esta postura, é obrigada a adquirir uma curvatura contrária à fisiológica e claro a médio/longo prazo, vai sofrer as consequências.

Muitas patologias a nível discal, tal como hérnias e prolapsos discais, advêm desta inversão da lordose lombar.

E agora o leitor argumenta: “Mas eu não posso deixar de trabalhar! E o meu trabalho é feito sentado!”

Sim é verdade não podemos deixar de trabalhar e há trabalhos que exigem oito ou até mais horas sempre nesta posição… Para estes casos, a solução que tenho para dar são as “micro-pausas”.

Se ainda não sente qualquer tipo de dor, deverá interromper o trabalho apenas por 2 a 3 minutos, para se levantar e circular pelo local de trabalho. Levante-se, beba uma água, espreguice o corpo e volte ao trabalho. Se já começa a sentir dores e alguma incapacidade articular, esta “micro-pausa” de 2 a 3 minutos deverá ser feita de 30 em 30 minutos.

Estas pequenas pausas não vão comprometer a sua produtividade, já que após a pausa o seu corpo estará mais descontraído e o seu cérebro mais receptivo a absorver informação.

Se insistir em continuar a trabalhar sem paragens, o corpo vai mostrar sinais de cansaço e o desconforto sentido na posição, vai criar um deficit de atenção na actividade realizada.

Outra dica para aliviar a tensão na zona lombar é a seguinte: sentado na cadeira de trabalho vai deixar a parte superior e média das costas fixa, se possível em apoio nas costas da cadeira. A zona lombar vai ser a zona móvel, neste exercício, vai intercalar o espetar do rabo, à medida que arqueia a lombar, com o colocar do rabo para dentro activando também a musculatura abdominal.

Pode inclusive executar o exercício com auxílio da respiração, isto é, inspira espetando o rabo (projecta o rabo para trás), expira e contrai o abdominal deixando o rabo deslocar-se ligeiramente para a frente.

Esta segunda dica, vai ajudar a reduzir o excesso de tensão acumulada a nível musculo-articular, durante o dia de trabalho. Este exercício, também ajuda imenso na descompressão discal.

Coloque estes conselhos em prática e vai ver que vão fazer toda a diferença!

Contacte-nos para ter informações mais específicas.

Autor: Personal Trainers

Deixar uma resposta

Newsletter