Gastrite nervosa – sintomas, causas e tratamentos da doença

Partilhe

A gastrite é uma inflamação mucosa nas paredes do estômago. A gastrite causa uma sensação de queimação no estômago e pode ocorrer até sangramentos digestivos. Existem vários tipos de gastrites e uma dela é a gastrite nervosa.

Gastrite nervosa.

Hoje vamos falar um pouco mais sobre a gastrite nervosa, uma mal que infelizmente ataca principalmente a mulheres jovens. O quotidiano corrido muitas vezes provoca stress e quando acompanhado de uma má alimentação como a ingestão de refrigerantes, álcool e café podem causar efeitos prejudiciais no estômago.

Segundo os médicos, 7 a cada 10 pacientes que os procuram por causa de gastrite, tem gastrite nervosa.  Esse é um número geral, se vamos analisar as taxas de jovens, esse número sobe para 9. Infelizmente segundo os dados, os médicos informam que o número maior de pacientes com gastrites nervosa são mulheres.

Qual a diferença entre gastrite clássica e gastrite nervosa?

Qual a diferença entre gastrite clássica e gastrite nervosa?

 

 

 

 

 

Existem certa diferenças entre os dois tipos de gastrite, uma é que a gastrite clássica atinge diretamente a mucosa do estômago o que causa uma inflamação, já a gastrite nervosa não causa nenhum dano aparente nas paredes do estômago, o que fica mais difícil diagnosticar.

Os sintomas de gastrite nervosa são os mesmos, o paciente reclama de dor no estômago e queimação e podem ser acompanhados de vómitos e náuseas.

Quais as causas da gastrite nervosa?

Na gastrite clássica as causas podem ser pela bactéria Helicobacter pylori, uso frequente e prolongado de medicações, como também pela ingestão excessiva de bebidas alcoólicas. Já na gastrite nervosa a principal causa como o nome já diz são os nervos.

Situações onde está a prova o emocional é a causa da gastrite nervosa.

A gastrite nervosa pode virar um úlcera?

A gastrite nervosa este relacionada a fatores emocionais, não causando nenhum dano à saúde do individuo, o único preocupante é o mal estar no momento da crise e o desconforto que ela representa.  A gastrite nervosa não danifica as paredes do estômago por isso não pode virar uma úlcera.

Tratamento para a gastrite nervosa

A gastrite nervosa como informamos anteriormente não traz riscos a saúde, mas pode ser evitada com algumas mudanças nos hábitos quotidianos, como por exemplo:

  • Deixe os hábitos de fumar. Fumar colabora com a produção de ácidos no estômago o que pode piorar as dores causadas pela gastrite.
  • O café piora as crises de gastrite nervosa, por isso evite tomar café nesses períodos.
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas.
  • Evite comer chocolates.
  • Evite ingerir bebidas gasosas como refrigerantes. O gás irrita ainda mais o estômago.
  • Evite situações stressantes (principal para quem sofre de gastrite nervosa).
  • Corte dos seus hábitos alimentícios comer alimentos fritos e que contenha gordura.
Tomar leite ameniza a gastrite?

Antigamente era recomendável tomar leite gelado durante uma crise de gastrite.  Acreditavam que o leite gelado ajudava a amenizar as dores provocadas pela gastrite, mas foi comprovado que tomar leite aumenta a acidez no estômago, por isso, para as pessoas que sofrem de gastrite nervosa não é aconselhável tomar leite.

O que comer quando sofremos de gastrite nervosa?

Ter uma alimentação saudável é recomendado para todos os indivíduos, principalmente se você sofre de gastrite nervosa. Por isso, é recomendável comer durante uma crise de gastrite nervosa o seguinte:

  • Frutas cozidas e sem casca de preferência.
  • Carne magra cozida ou grelhada.
  • Legumes cozidos com agua e sal.
  • Chá de camomila.

 

Autor: Viva Saúde
fonte:gastrites.com.br

Deixar uma resposta

Newsletter