10 Dicas de como lidar com a Menopausa

Partilhe

Avalie este artigo
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Como lidar com a Menopausa

A Menopausa não é caracterizada como uma doença, mas sim uma etapa na vida da mulher na qual há uma queda na produção dos hormonas femininos progesterona e estrógeno.

Com isso, a mulher pode apresentar diversos sintomas, como ondas de calor (fogachos), irritação, depressão, aumento de peso, etc. Muitas mulheres não sabem como lidar com essa nova etapa da vida que pode durar de alguns meses a alguns anos.

Veja a seguir as nossas dicas de como lidar e viver melhor na menopausa.

1.Mantenha uma dieta saudável

Tenha uma alimentação baseada em frutas, legumes, verduras e alimentos pouco calóricos. Evite gorduras, açúcar em excesso, refrigerantes e alimentos com muito sal. A alimentação saudável reduz o ganho de peso durante a menopausa.

2.Controle o seu peso

Durante a menopausa, o metabolismo da mulher muda, de forma que o ganho de peso torna-se mais fácil. O aumento de peso piora os sintomas de ondas de calor, além de aumentar o risco de doenças cardíacas.

 3.Faça controles periódicos da sua saúde

Estudos indicam que mais de 80% das mulheres com menopausa sofrem de outras doenças como diabetes, hipertensão e problemas da tireoide. Portanto, uma visita periódica ao médico é aconselhável.

 4.Pratique atividades físicas

Os desportos, além de ajudarem no controle do peso, ajudam nas ondas de calor. Muitas mulheres relatam que a atividade física melhora a qualidade de vida durante a menopausa.

 5.Refresque-se

As ondas de calor podem ser muito incómodas, portanto, procure lugares refrescantes para estar quando elas vierem. Evite beber líquidos quentes durante esses períodos. Prefira sumos naturais de frutas, água ou leite frio. ATENÇÃO: evite o consumo de refrigerantes e bebidas alcoólicas geladas.

 6.Evite fumar

O cigarro causa muitos danos no corpo, sobretudo da mulher com menopausa. Ele piora as ondas de calor e aumenta o risco de enfarte, acidente vascular cerebral e outras doenças que põem em risco a vida da paciente.

 7.Fique atenta ao seu humor 

As variações hormonais que ocorrem durante a menopausa podem deixar a mulher mais irritável, sensível e propensa à depressão. Converse com seus amigos para que eles entendam essas variações de humor. Procure ajuda de um ginecologista ou psiquiatra se você acha que está com sintomas de depressão.

 8.Saiba quando a menopausa começa

Embora a idade exata do início da menopausa varie de mulher para mulher, ela pode acontece por volta dos 50 anos de idade. Portanto, se você começar a apresentar ondas de calor, irritabilidade e outros sintomas da menopausa por volta dessa idade, procure um médico.

9.Tenha um tratamento adequado

Muitas mulheres não podem receber tratamento hormonal, sobretudo se elas têm risco de desenvolvimento de algum cancro ou risco de problemas cardiovasculares. Portanto, há outros tratamentos disponíveis baseados em produtos naturais (como extratos de isoflavonas de soja) e medicamentos específicos para controle das ondas de calor. Converse com o seu médico.

 10.Ingira vitamina E

A ingestão diária de 400 UI de Vitamina E ajuda a controlar os sintomas da menopausa. Converse com um médico para saber qual a melhor forma de ingerir essa vitamina.

Suplementos na menopausa:

O uso de suplementos nutricionais na menopausa são de grande ajuda para manter a saúde da mulher.

Alguns exemplos são:

  • Vitamina E: Ajuda a combater as ondas de calor, a secura vaginal, sensibilidade nas mamas e contribui para a saúde da pele e das unhas;
  • Cálcio: Cerca de 1,2 g de cálcio por dia é útil para ossos fortes;
  • Magnésio: Ajuda a diminuir o risco de doença cardíaca e baixar a pressão arterial;
  • Vitamina C: Ajuda a fortalecer o sistema imune e quando presente em produtos cosméticos é útil para garantir a beleza e hidratação da pele.

O que comer para combater os Sintomas da Menopausa: 

  • Alimentos ricos em fitoestrogênios, como a soja e alimentos à base de soja, lentilha, grão de bico, amendoim, rebentos de alfafa de feijão e de soja, sementes de linhaça, farelo de centeio, trigo integral, cevada, sementes de sésamo e semente de abóbora;
  • Legumes, hortaliças e frutas frescas, especialmente as cítricas;
  • Alimentos ricos em vitamina A, que são os de cor de laranja;
  • Folhas verde-escuro, como brócolos e espinafre;
  • Alimentos ricos em ômega 3, como peixe, sementes de chia e frutos secos;
  • Alimentos ricos em cálcio: Sementes de sésamo, nabo;
  • Ovos (2 a 3 por semana);
  • Cereais: arroz, batata, massa integral;
  • Azeite.

 

Deixar uma resposta

Newsletter