Quem tem o metabolismo lento não consegue emagrecer?Mitos e verdades sobre saúde.

Partilhe

Lavar os cabelos todos os dias provoca a sua queda? Comer massa, arroz ou pão à noite engorda mais? Escolhemos algumas das questões mais pertinentes para acabar de vez com as suas dúvidas.

Muitos conselhos que recebemos ao longo da vida, e que sobreviveram a gerações, nem sempre têm fundamento. Alguns não passam de crenças. Se ainda sente dúvidas em relação a alguns assuntos, seleccionámos 15 questões que são esclarecidas pelo médico.

O ananás ajuda a emagrecer

Mentira. Nenhum alimento tem a capacidade de queimar gorduras. O que acontece é que o ananás, uma fruta rica em vitaminas C e B6, folato, tiamina, ferro e magnésio, contém também bromelina, uma enzima que estimula a digestão. Por essa razão surgiu a ideia de que ajuda a emagrecer. Na verdade, para perder peso só dois factores contam: exercício físico e dieta equilibrada.

A lavagem diária provoca queda de cabelo

Mentira. Pelo contrário, a oleosidade excessiva é que faz com que o cabelo caia. Sendo assim, quem tem cabelo oleoso deve mesmo lavá-lo todos os dias se quer evitar a queda. É importante usar um champô específico para o problema e não esfregar muito o couro cabeludo para não estimular as glândulas sebáceas. Claro que quem tem cabelo seco não precisa, nem deve, lavá-lo todos os dias. Só iria fazer com que se ficasse ainda mais seco…

Fazer amor durante a menstruação causa endometriose

Mentira. A endometriose significa a presença de endométrio (camada interna do útero que é eliminada no fluxo menstrual) em outros órgãos, como os ovário e trompas de falópio, podendo até atingir o intestino, a bexiga ou a vagina. É verdade que a relação sexual durante a menstruação faz com que parte do fluxo retorne ao útero. Isto, porém, não provoca endometriose à esmagadora maioria das mulheres. Apenas 10% das mulheres em idade fértil sofre deste problema de saúde.

Beber álcool com o estômago cheio evita a ressaca no dia seguinte

Meia verdade. Embora a única maneira garantida de evitar a ressaca seja não exagerar na bebida, o efeito do álcool pode ser reduzido se entrar lentamente na corrente sanguínea. Por isso, é boa ideia alimentar-se antes e durante o consumo. Escolher bem o que se vai comer é fundamental.

Comidas gordurosas agravam a ressaca. As mais indicadas são frutas, legumes e carnes magras. A ingestão de vitaminas do complexo B também pode ajudar. Um comprimido de 100 miligramas antes, um durante e outro depois da festa contribuem para que o fígado não se queixe no dia seguinte. <

Não se deve beber álcool quando se está a tomar antibiótico

Meia verdade. O álcool não anula o efeito dos antibióticos mas faz com que estes medicamentos demorem mais tempo a actuar. Seja como for, a combinação entre bebidas alcoólicas e antibióticos não é recomendada, não porque cause efeitos colaterais, mas pela competição entre as duas substâncias. Como o álcool tem prioridade no metabolismo, a acção do antibiótico tarda em efectuar-se.

Comer hidratos de carbono à noite engorda mais

Meia verdade. Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia do organismo. Sem eles, o metabolismo desacelera e gasta menos gordura. Mas á noite é preciso ter cuidado com as quantidades de pão, massas, arroz e batata. Como nesta altura do dia o consumo de energia é menor (vamos estar deitados muitas horas), o risco de acumular gordura aumenta.

O verniz vermelho fortifica as unhas

Mentira. O verniz, seja qual for a cor, protege as unhas porque as impermeabiliza. A exposição frequente à água, seguida de constantes secagens, danifica as unhas. Por outro lado, certos vernizes, que contenham tolueno, formol e formaldeídeo podem provocar alergias. No entanto, existem no mercado vernizes isentos destas substâncias, ou que as contêm em muito pequena quantidade, e há até vernizes enriquecidos com agentes que fortificam a unha, como queratina e cálcio.

Quem tem o metabolismo lento não consegue emagrecer

Mentira. É raro alguém ter um metabolismo realmente lento. Segundo uma pesquisa da norte-americana Tufts University, menos de 1% da população mundial sofre deste problema, cuja principal causa é o hipertiroidismo, uma disfunsão da tiróide. De resto, todas as pessoas saudáveis têm as mesmas hipóteses de emagrecer.

Claro que quanto mais jovem, melhor o corpo queima calorias. Uma pessoa de 30 anos gasta 100 calorias a menos por dia do que uma de 15 anos. No entanto, este factor não é determinante quando se segue uma dieta equilibrada e se pratica actividade física de forma regular.

O leite provoca gases e problemas intestinais

Meia verdade. Isso acontece, de facto, mas apenas a pessoas que toleram mal a lactose, a quem o leite pode provocar gases, cólicas ou diarreia. O problema não ocorre quando se consome derivados, como queijo e iogurtes, pois durante o processo de fermentação a acção da lactose é inibida.

A margarina é sempre melhor que a manteiga

Meia verdade. Manteiga e margarina têm praticamente a mesma quantidade de gordura.A diferença está na sua composição. A manteiga vem do leite e contem gordura saturada, que causa danos às artérias. Já a margarina tem gorduras vegetais, poli-insaturadas, e não tem colesterol.

Por esta razão seria, em princípio, mais saudável. No entanto, as margarinas possuem ácidos graxos trans – substâncias que agem como a gordura saturada e a manteiga é rica em vitamina A, D e E, para além de ser facilmente digerida e ter uma acção suave sobre as vias biliares.

Os suplementos de vitaminas e minerais são só para atletas

Mentira. Os suplementos são indicados a quem se alimenta mal. Um atleta pode ter uma alimentação cuidada e não necessitar de suplementos, enquanto alguém que come mal pode beneficiar de um acréscimo de vitaminas e minerais, mesmo que não faça desporto. A prescrição destes complementos deve, no entanto, ser feita por um médico porque o excesso de certas vitaminas pode ser perigoso.

O picante causa hemorróidas

Meia verdade. As hemorróidas são varizes localizadas no ânus.; Resultam geralmente de predisposição genética, prisão de ventre, oscilações hormonais e gravidez. Certos alimentos, como a pimenta-do-reino, pioram a doença hemorroidária. Para prevenir as hemorróidas há que manter um bom funcionamento intestinal, ingerir alimentos ricos em fibra, beber água, manter o peso ideal e, de preferência, fazer desporto.

A natação é o exercícios mais completo

Mentira. Nenhum desporto é 100% completo. Alguns estimulam mais os músculos, outros o sistema cardiorespiratório e outros a massa óssea. O treino aeróbico da natação é excelente mas exercita pouco os ossos, que precisam de impacto e tracção para serem estimulados. Assim sendo, a natação não serve, por exemplo, para prevenir a osteoporose. Pesquisadores ingleses constataram que somente os exercícios de impacto (corrida) e que exercem tracção (musculação) protegem contra esta doença.

Quem faz dieta tem mau hálito

Mentira. Noventa por cento dos casos de mau hálito estão relacionados com falta de higiene da boca e da língua. Devido à maior queima de gordura que ocorre durante uma dieta, o organismo produz gases de cheiro forte, que se agravam com a queda dos níveis de glicose. Esse odor pode ser expelido pela boca. No entanto, uma dieta equilibrada, com refeições leves de três em três horas, dificilmente causa mau hálito.

Os desodorizantes podem causar cancro

Há duas teses. Uma diz que, ao inibirem a transpiração, os desodorizantes impedem a eliminação das toxinas. As que ficam no organismo causariam cancro. A outra diz que essas que permanecem não são suficientes para desencadear uma doença cancerígena.

Uma terceira teoria defende que o cloridróxido de alumínio contido nos desodorizantes aumenta o risco de cancro. No entanto, os últimos estudos relacionados com o cloridróxido de alumínio não provaram que, em pequenas quantidades, esta substância esteja relacionada com o cancro. Os testes foram feitos com a aplicação de injecções da substância na pele.

 

fonte:activa.sapo.pt

Deixar uma resposta

Newsletter