O uso do Smartphone faz mal à Saúde?

Partilhe

foto-perfil-joana-eira

Autora – Joana Eira

Fisioterapeuta na HandCare Clínica – Vila Real

Ver perfil completo da Joana

Para mais informações e marcações: https://www.facebook.com/handcareclinica/ 


Já pensou que o uso do Smartphones poderá estar a fazer mal à sua Saúde?

A relação do uso de telemóveis associados a problemas de saúde, já foi amplamente estudado no que respeita aos problemas que advêm da radiação que estes equipamentos emitem, contudo, este artigo pretende alertar para outro tipo de problemas que os telemóveis poderão trazer, no que respeita à postura que adotamos com o seu manuseamento.

O paradigma do uso de telemóveis alterou a partir do momento em que estes tornaram-se mais inteligentes e mais capacitados de funções, surgindo assim o conceito de smartphone.

Hoje em dia vemos cada vez mais crianças, jovens e adultos agarrados a um smartphone, um tablet ou até mesmo a um computador, por longos períodos de tempo. As novas tecnologias estão cada vez mais iminentes, não só por questões de trabalho, enviar email, as trocas de mensagens como também para entretenimento com o uso dos jogos, das redes sociais e a conectividade com o mundo.

A implementação das novas tecnologias leva a alterações posturais, muitas vezes associadas às posturas adotadas no manuseamento destes equipamentos por longos períodos.

Sendo importante preocuparmo-nos em adotar boas posturas não só no manuseio das novas tecnologias, mas durante o nosso dia-a-dia para melhorarmos cada vez mais a nossa qualidade de vida. É cada mais precocemente o facto de jovens recorrem a especialistas devido a dores cervicais e lombares, consequência muitas vezes o uso exagerado deste tipo de equipamentos.

DADOS ESTATÍSTICOS

Segundo uma pesquisa do Reino Unido, aproximadamente, 75% das crianças da escola primária e 66% da escola secundária relataram desconfortos na região lombar ou no pescoço.

Das 204 crianças questionadas, 64% do ensino secundário relataram sofrer com problemas nas costas, mas 90% destas disseram não ter dito isso a ninguém. Da escola primária, 72% admitiram sofrer de dor nas costas.

NA PRÁTICA

À medida que a inclinação se acentua, maiores são as complicações. A cabeça de um adulto pesa, em média, entre cinco a oito quilos. Contudo, à medida que a cabeça dobra para frente e para baixo, a pressão sobre a coluna cervical aumenta. Uma inclinação de 15 graus significa uma pressão de cerca de 12 quilos. Ao chegar a 60 graus, o peso equivale a quase 30 quilos.

coluna-uso-smartphone-viva-saude

 

CONSEQUÊNCIAS E SINTOMAS

O uso excessivo da tecnologia, tal como smartphones, por vezes é comparado com uma lesão de esforço repetida quando usados por longos períodos de tempo, provocando ao mesmo tempo sedentarismo.

É preciso prestar atenção aos sinais que o nosso corpo emite, mesmo que uma pessoa não cuide como ele merece, este vai-nos lembrando que algo não está bem, normalmente através da dor.

Além da dor, é visivelmente percetível uma postura mais arqueada da região do pescoço.

  • Em crianças e jovens, em períodos de crescimento ósseo verifica-se alteração da biomecânica da coluna cervical (pescoço);
  • Tensão muscular;
  • Compressão de nervos, podendo dar parestesias (formigueiro);
  • Alterações posturais;
  • Desconfortos;
  • Musculatura ocular forçada (cansaço originando dores de cabeça).

Em adultos que usam em excesso o smartphone, o risco de desenvolver problemas posturais é de 58%.

Além dos riscos causados à nossa coluna, especialistas salientam que a má postura pode causar outros problemas, tais como:

  • A redução de até 30% da capacidade dos pulmões;
  • Problemas neurológicos;
  • Depressão;
  • Doenças cardíacas, que também estão relacionados com a má postura.

NOTA: as evidências de dores crónicas nos utilizadores de smartphones, são também estudadas com o uso simultâneo de smartphone, computadores e tablets.

 

smartphone2-viva-saude

 

TRATAMENTO

O tratamento principal é a prevenção, isto é, o utilizador fazer um uso apropriado e devidamente equilibrado deste tipo de equipamentos, adotando uma postura correta aquando a sua utilização.

A maioria dos problemas são reversíveis, mas especialmente nas crianças devemos ter em atenção a relação do uso das novas tecnologias com o sedentarismo. Pois a posição inadequada e a falta de exercícios nesta fase de desenvolvimento da criança afetam muito o sistema músculo-esquelético, com sobrecarga muscular e óssea.

Particularmente no caso das crianças, deve-se estimular a utilização de equipamentos apropriados para a faixa etária que esta se insere e o exercício de atividades, tais como, correr, pular, nadar, dançar e praticar desporto. A utilização das novas tecnologias não deverá ser proibida, mas deverá ser sempre feita com um olhar atento, de forma a que seja evitado o uso excessivo destes equipamentos.

Algumas medidas simples podem fazer toda a diferença, mesmo continuando a usar os equipamentos como por exemplo:

  • Olhar para baixo, sem dobrar o pescoço, tentando manter uma postura ereta;
  • Ombros relaxados;
  • Realizar pausas e alongamentos da cintura escapular, punho e mãos;
  • Em casos em que já se verifiquem sintomas avançados, deverá procurar ajuda de profissionais especializados. A fisioterapia permite realizar um trabalho de correção postural, através de técnicas de terapias manuais, exercícios de fortalecimento muscular e alongamentos.

smartphone3-viva-saude

 

Autor: Joana Eira 

 

2 thoughts on “O uso do Smartphone faz mal à Saúde?

  • 22 Março, 2017 at 19:30
    Permalink

    A posição para ler um livro é exatamente a mesma, nunca se preocuparam com isso? Eu levo tanto tempo a ler um livro como a usar o telemóvel.

    Reply

Deixar uma resposta

Newsletter