Qual a importância da auto-estima e da empatia para minha vida?

Partilhe

Classifique este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading... Foto-perfil-viva-saude

 

Autor – Marcos Justiniano (Psicólogo)


AUTO-ESTIMA E EMPATIA – DESENVOLVA E SEJA MAIS FELIZ!

Entender o que significa auto-estima e empatia pode não ser tão simples quando tentamos aplicá-los ao quotidiano das nossas vidas. Se lançarmos uma pergunta sobre se considera a sua auto-estima adequada, provavelmente a resposta será afirmativa, raras algumas exceções. Se lhe perguntar sobre empatia, poucos vão responder que não se importam com as outras pessoas.

Mas afinal o que significa esses dois conceitos e o qual a importância disso para a minha vida?

Auto-estima é a percepção que temos de nós mesmos. Os pensamentos que temos ao nosso próprio respeito, nosso auto-conceito. Podemos entender que é o quanto eu me estimo, me respeito, me valorizo ou me amo. Sabendo disto, volto a perguntar, a sua auto-estima está adequada?

Cuida da sua saúde, cuida da sua alimentação, faz atividades físicas, procura  divertir-se, cuida de sua espiritualidade, dorme bem e acorda bem disposto? Se a resposta for sim, muito bem, acredito que possa estar com a auto-estima adequada. Mas se não tem se preocupado com estas questões e até pode ter algum vício, como forma de amenizar dores ou relaxar, talvez meu amigo, a sua auto-estima precise ser cuidada.

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, de compreender os seus sentimentos e a sua visão da realidade. Agora talvez seja mais fácil responder se me preocupo com as pessoas e realmente estou interessado com os seus pontos de vista e as suas dificuldades.

Quando pergunta se a pessoa está bem, você realmente está querendo saber dos  seus problemas? Dificilmente as pessoas dizem que não estão bem, mas e se responderem que não estão, o que você faz?

Se se coloca no lugar e se preocupa com uma forma de ajudar esta pessoa, provavelmente você é uma pessoa empática, mas se vira as costas e não sabe o que ela respondeu, até diz que não é da sua conta, ou que não pode fazer nada, é bom que comece a treinar a sua empatia.

Quando alguém discorda de você, com um ponto de vista diferente ou contrário, qual é a sua reação? Se aproveita esta discordância como uma oportunidade de crescimento e aprendizado, abre a sua mente para novas perspectivas, você é uma pessoa empática, mas se fica irritado e não aceita opiniões, cuidado para não adoecer, comece a cuidar da sua empatia.

Mas enfim, qual a importância da auto-estima e da empatia para minha vida?

Meu amigo e minha amiga, observe que ao melhorar sua auto-estima, você será uma pessoa mais realizada em todas as esferas da sua vida. Acreditará mais em si, não se abalará emocionalmente, não ficará preso a experiências negativas do passado, cuidará da sua saúde física, mental e espiritual e estará mais preparado para alcançar os seus sonhos e objetivos.

O seu dia será um milagre de oportunidade e uma comemoração pela vida. Não perderá tempo com conflitos desnecessários ou conversas improdutivas.

As pessoas serão parceiras de vida e de aprendizado. Não adversários ou oponentes, como em uma competição. E aqui entra a empatia, afinal de contas nascemos em sociedade e dependemos um do outro. Ao começar a ver as pessoas com mais proximidade, entenderemos que as diferenças existem para nos ensinar e construir. Assim, você não mais terá oponentes e adversários ao seu redor, mas pessoas que podem ajudar e muitas vezes precisam da sua ajuda e compreensão.

Desenvolver a auto-estima e a empatia podem promover uma leveza em seu viver como nunca antes experimentado. Você vai experienciar alegria e aprendizado nas suas relações. Poderá encontrar felicidade em momentos que outrora eram de conflitos e irritação. Passará a aproveitar melhor cada dia e as oportunidades serão únicas e não mais desperdiçadas.

Passe a aproveitar e a viver cada dia como o presente que de facto ele o é. Um presente dado a você para se amar e amar o seu próximo. Desenvolva a sua auto-estima e a sua empatia. Seja mais feliz!

Autor: Marcos Justiniano 

Deixar uma resposta

Newsletter